Categories
Fetiches

De Onde Vêm os Fetiches Sexuais?

Os fetiches sexuais são mais comuns do que se imagina e podem ser considerados práticas saudáveis, desde que não coloquem ninguém em risco.

Embora você possa gostar de ver seu parceiro usando um par de saltos altos durante o sexo, isso não significa necessariamente que você tenha um fetiche por sapatos, mas afinal, o que são fetiches sexuais? Você sabe essa resposta? A gente conta para você: um fetiche é a excitação sexual em resposta a um objeto ou parte do corpo que não é tipicamente sexual, como sapatos ou pés. Muitas pessoas com fetiches devem ter o objeto de sua atração em mãos ou fantasiar com ele, sozinhas ou com um parceiro, para ficarem sexualmente excitadas, terem uma ereção e, consequentemente, chegarem a um orgasmo ainda mais prazeroso.

FETICHES MAIS COMUNS: As pessoas podem “fetichizar” quase tudo. Existem muitos sites sobre muitos interesses fetichistas. De acordo com um estudo da Universidade de Columbia, os fetiches mais comuns envolvem partes do corpo, como pés, ou características do corpo, como cicatrizes, piercings ou tatuagens. Os pés são de longe os mais comuns. Fluido corporal, tamanho do corpo e fetiches de cabelo não ficam muito atrás. Depois das partes do corpo, vêm as coisas que você veste. O mesmo estudo colocou roupas usadas nos quadris e nas pernas, como meias e saias, no topo da lista. Calçados, depois roupas íntimas, ficaram logo atrás. Fetiches que envolvem a sensação de um determinado material, geralmente couro ou borracha, também são comuns. Algumas pessoas gostam de vestir-se e a seus parceiros com fantasias de animais peludos.

MAS DE ONDE ELES VÊM: Os especialistas em comportamento sexual não concordam com as causas. Algumas pessoas podem rastrear sua atração desde a primeira infância, antes de terem consciência de sua sexualidade. Um fetiche também pode vir de ver um comportamento sexual impróprio durante a infância ou de abuso sexual. A origem do fetiche sexual pode ser diferente para cada pessoa, mas vale ressaltar que o limite para um fetiche sexual ser realizado é: colocar a própria vida ou a do seu parceiro(a) em risco.

FETICHE É DOENÇA? Não, definitivamente. Um fetiche sexual não é uma doença e pode ser considerado muito comum, afinal todas pessoas são capazes de usarem a própria imaginação. Um fetiche sexual só se torna preocupante, se causar sofrimento intenso ou duradouro.

COMO REALIZAR SEUS FETICHES: Isso fica a cargo da sua criatividade. Couro, chicote, dupla penetração, roupas íntimas, pés, locais públicos e até fantasias de profissões como bombeiro, policial ou médico são comuns entre as pessoas e não devem ser motivo de receio, mas de prazer. E se você quer incrementar a brincadeira, deveria conferir os produtos que a Naked preparou com exclusividade, clicando aqui.

Leave a Reply

Your email address will not be published.