Categories
Bem Estar Orgasmo

Muito Além da Gravidez: por Que Você Precisa Usar Camisinha

Além da gravidez, a camisinha é uma proteção contra DSTs e usar o preservativo corretamente, evita muitos problemas de saúde.

Talvez, você esteja se perguntando o motivo pelo qual precisamos falar sobre camisinha, se você sabe que elas eficazes, na maioria dos casos, contra a gravidez indesejada. Pois bem, mesmo que a lógica de manter relações sexuais sem o uso de preservativos possa parecer uma ótima ideia, é importante dizer que não, não é. A menos que seja com um parceiro fixo e de longa data, fazer sexo sem camisinha pode acarretar problemas sérios de saúde.

DSTs: Os preservativos, além de ajudarem na proteção contra o risco indesejado de gravidez, auxiliam na segurança contra doenças sexualmente transmissíveis como clamídia, sífilis e até o vírus HIV. A ideia, além é claro de controlar a taxa de natalidade é que se utilize preservativos para um sexo mais saudável e seguro para todos.

SEXUALMENTE ATIVOS: Para quem faz sexo, o preservativo deve sempre ser usado para proteção contra DSTs, mesmo quando se usa outro método de controle de natalidade. Eles devem ser usados ​​corretamente e devem ser usados ​​todas as vezes que você fizer sexo.

  • Importante saber: Mesmo quando usados ​​corretamente, os preservativos não protegem contra infecções disseminadas por feridas na pele não cobertas por um preservativo (como a base do pênis ou escroto).

Usar um preservativo corretamente não significa apenas colocá-lo do lado certo para fora, mas também:

Verificar a data de validade (os preservativos podem secar e rachar se forem velhos);

Escolher preservativos feitos de látex, que são considerados mais eficazes na prevenção de doenças sexualmente transmissíveis. Se um dos parceiros tiver alergia ao látex, utilize preservativos de poliuretano;

Manter os preservativos longe do calor e da luz, o que pode torná-los mais propensos a quebrar;

Usar apenas lubrificantes à base de água com preservativos. Gordura, loção, vaselina ou óleo de bebê podem quebrar o preservativo;

Abrir a embalagem do preservativo com as mãos, não com os dentes, e abri-la com cuidado para não rasgar o preservativo.

Escolher um preservativo com uma ponta de reservatório para coletar o sêmen após a ejaculação. Aperte levemente a parte superior do preservativo e coloque-o no topo do seu pênis (ou do seu parceiro). Isso elimina o ar preso, o que pode causar o estouro do preservativo.

Rolar o preservativo para baixo até que esteja completamente desenrolado – se estiver do avesso, jogue-o fora e recomece.

Quando terminar, você (ou seu parceiro) devem retirar o preservativo enquanto seguram a base do pênis para evitar que ele escorregue.

Usar camisinha para manter relações sexuais é tão importante quanto estimular a própria masturbação sozinha, mas com a ajuda de objetos que ajudem a lhe proporcionar ainda mais prazer. A Naked possui uma linha completa de brinquedos, óleos e objetos sexuais para incrementar o seu prazer. Clique aqui e conheça.

Categories
Bem Estar Orgasmo

Gozar Ao Mesmo Tempo é Fundamental?

Não é fundamental, nem impossível: entenda o que está por trás do ato de gozar ao mesmo tempo que o seu parceiro.

O orgasmo simultâneo não é comum. Nunca foi, mas se tornou uma espécie de prêmio de loteria: muito procurado, mas raramente encontrado. O fato de ser tão difícil de alcançar apenas parece tê-lo tornado mais desejável. Indústrias inteiras cresceram em torno da solução do problema do orgasmo compartilhado inatingível. Revistas, livros, tantra, ioga; o negócio do prazer simultâneo existe há décadas, mas o orgasmo simultâneo continua a escapar.

É FUNDAMENTAL GOZAR JUNTO? Não, desde já é importante ressaltar que assim como possuímos corpos e organismos diferentes, cada um de nós tem sim um tempo para atingir o clímax do prazer sexual distinto. É natural que você e sua parceira, ou parceiro, tenham um intervalo de tempo entre os orgasmos, isso se chama vida real. Mas, por mais normal que seja, ainda é preciso dizer que muita gente gosta de ir atrás deste tipo de prazer simultâneo.

POR QUE É DIFÍCIL: A razão de ser tão difícil para homens e mulheres terem orgasmo juntos é em grande parte uma questão de tempo. As mulheres geralmente demoram mais para atingir a excitação total e os homens raramente duram tanto. Os casais mais jovens podem lidar com essa desigualdade, permitindo que o homem tenha um clímax rápido.

  • Período Refratário: Isso induz um período refratário – um período de recuperação após o ato de gozar, quando a ereção é praticamente impossível. Durante essa janela de oportunidade, o parceiro pode se concentrar em ajudar sua parceira a aumentar seu nível de excitação e, quando eles subsequentemente tiverem relações sexuais, ela estará à beira do clímax.

COMO FUNCIONA GOZAR AO MESMO TEMPO: Um orgasmo simultâneo só vai acontecer quando os dois parceiros chegarem ao ponto sem volta exatamente ao mesmo tempo. No entanto, todos, homens ou mulheres, percorrem os vários estágios do ciclo em um ritmo individual.

  • As quatro fases: Talvez você não saiba, mas para se chegar a um orgasmo, é necessário percorrer por 4 fases diferentes: excitação, platô, orgasmo e resolução são bastante autoexplicativos, mas a fase de platô, que se estende até a beira do orgasmo, é quando as coisas tendem a dar errado na busca por um orgasmo compartilhado. Nesse ponto, a mulher está sexualmente excitada e está indo na direção certa para o orgasmo.

TÉCNICAS TÂNTRICAS: As técnicas tântricas podem ajudar, mas apenas porque eliminam o objetivo dos orgasmos e incentivam os casais a se concentrarem na experiência do prazer, em vez da busca pelo clímax. O tantra se concentra na respiração sincronizada.

  • Exercício: Vocês devem sentar-se frente a frente, com as pernas em volta do torso do outro, olhando nos olhos um do outro. Seus braços estão em volta um do outro e vocês estão pressionando seus corpos nus um contra o outro. A ideia é que respirando juntos, os dois consigam se concentrar no aumento da energia sexual, ocasionando uma possível sincronia.

Ficou com desejo de explorar ainda mais suas zonas erógenas? Para incrementar a relação e, consequentemente, fluir a sua energia sexual, confira todos os brinquedos, cremes a acessórios que a Naked preparou para você, clicando aqui.

Categories
Fetiches

De Onde Vêm os Fetiches Sexuais?

Os fetiches sexuais são mais comuns do que se imagina e podem ser considerados práticas saudáveis, desde que não coloquem ninguém em risco.

Embora você possa gostar de ver seu parceiro usando um par de saltos altos durante o sexo, isso não significa necessariamente que você tenha um fetiche por sapatos, mas afinal, o que são fetiches sexuais? Você sabe essa resposta? A gente conta para você: um fetiche é a excitação sexual em resposta a um objeto ou parte do corpo que não é tipicamente sexual, como sapatos ou pés. Muitas pessoas com fetiches devem ter o objeto de sua atração em mãos ou fantasiar com ele, sozinhas ou com um parceiro, para ficarem sexualmente excitadas, terem uma ereção e, consequentemente, chegarem a um orgasmo ainda mais prazeroso.

FETICHES MAIS COMUNS: As pessoas podem “fetichizar” quase tudo. Existem muitos sites sobre muitos interesses fetichistas. De acordo com um estudo da Universidade de Columbia, os fetiches mais comuns envolvem partes do corpo, como pés, ou características do corpo, como cicatrizes, piercings ou tatuagens. Os pés são de longe os mais comuns. Fluido corporal, tamanho do corpo e fetiches de cabelo não ficam muito atrás. Depois das partes do corpo, vêm as coisas que você veste. O mesmo estudo colocou roupas usadas nos quadris e nas pernas, como meias e saias, no topo da lista. Calçados, depois roupas íntimas, ficaram logo atrás. Fetiches que envolvem a sensação de um determinado material, geralmente couro ou borracha, também são comuns. Algumas pessoas gostam de vestir-se e a seus parceiros com fantasias de animais peludos.

MAS DE ONDE ELES VÊM: Os especialistas em comportamento sexual não concordam com as causas. Algumas pessoas podem rastrear sua atração desde a primeira infância, antes de terem consciência de sua sexualidade. Um fetiche também pode vir de ver um comportamento sexual impróprio durante a infância ou de abuso sexual. A origem do fetiche sexual pode ser diferente para cada pessoa, mas vale ressaltar que o limite para um fetiche sexual ser realizado é: colocar a própria vida ou a do seu parceiro(a) em risco.

FETICHE É DOENÇA? Não, definitivamente. Um fetiche sexual não é uma doença e pode ser considerado muito comum, afinal todas pessoas são capazes de usarem a própria imaginação. Um fetiche sexual só se torna preocupante, se causar sofrimento intenso ou duradouro.

COMO REALIZAR SEUS FETICHES: Isso fica a cargo da sua criatividade. Couro, chicote, dupla penetração, roupas íntimas, pés, locais públicos e até fantasias de profissões como bombeiro, policial ou médico são comuns entre as pessoas e não devem ser motivo de receio, mas de prazer. E se você quer incrementar a brincadeira, deveria conferir os produtos que a Naked preparou com exclusividade, clicando aqui.

Categories
Bem Estar

A Ligação Entre Prazer Sexual e Bem-estar

O prazer está intimamente ligado com a sua saúde física e mental.

Todos provavelmente já ouviram falar dos benefícios físicos de fazer sexo (ajuda o sistema imunológico, reduz a pressão arterial, queima calorias). Mas você está ciente da longa lista de benefícios psicológicos?

SEXO ALIVIA O ESTRESSE: Não é novidade para ninguém – nem para você – que altas doses de estresse podem acarretar em problemas sérios de saúde. O estresse é em grande parte o resultado de muitos fatores psicológicos interativos e pode variar significativamente entre as pessoas, podendo causar todos os tipos de problemas de saúde, desde dores de cabeça leves, dificuldades para dormir e tensão muscular, até problemas mais graves, como mau funcionamento do sistema imunológico e depressão crônica.

CONEXÃO: Há evidências de que estar perto de seu parceiro (física e emocionalmente) pode diminuir os níveis de estresse. A intimidade física pode desencadear a liberação de todos os tipos de substâncias químicas no cérebro, incluindo:

  • Dopamina – que desempenha um papel importante no comportamento motivado por recompensa, concentra a atenção e geralmente aumenta a motivação.
  • Endorfinas – os lutadores naturais contra a dor e o estresse do nosso corpo, e oxitocina – carinhosamente conhecida como “o hormônio do carinho”, que pode desencadear sentimentos de compaixão.

Depois do orgasmo, o corpo libera o hormônio prolactina, que geralmente leva à sonolência e a uma sensação geral de relaxamento. O conforto que acaba resultando em sono é uma resposta comum pós-orgasmo.

XÔ ANSIEDADE: Um estudo descobriu que fazer sexo todos os dias, durante quinze dias, diminuiu a ansiedade e levou ao crescimento de células no hipocampo (o centro da emoção) de roedores. Também há evidências sugerindo que o sexo regular reduz a pressão arterial relacionada ao estresse.

MAIS INTIMIDADE COM O PARCEIRO: Às vezes, por qualquer motivo, os casais simplesmente não fazem sexo regularmente. Isso pode ser o início de um ciclo vicioso: você ou seu parceiro não sentem vontade de fazer sexo, e então, eventualmente, você pode começar (conscientemente ou não) a se ressentir de seu parceiro por não fazer sexo, e você gradualmente fica cada vez mais distante, eventualmente nem querendo fazer sexo com seu parceiro. Por mais óbvio que possa parecer, o sexo regular com seu parceiro faz uma grande diferença em como você se relaciona com ele. Ser íntimo de seu parceiro, com frequência, permite que você se conecte emocionalmente com ele em um nível muito mais profundo.

SE DIVERTINDO SOZINHO: Quando o sexo não é uma opção, o orgasmo não pode ser deixado de lado, uma vez que é por conta dele que conseguimos aliviar o estresse e melhorar nosso humor. A ideia é que, mesmo sozinho, você consiga se divertir e por quê não investir em acessórios para deixar a brincadeira ainda mais excitante? Na Naked, você encontra uma série de produtos que estimulam o seu prazer e, consequentemente, auxiliam na redução do stress. Conheça clicando aqui.

Categories
Masturbação

Os Benefícios do Pompoarismo para a Saúde da Mulher

Uma técnica milenar que auxilia no autocontrole do corpo feminino e na saúde íntima da mulher: saiba todos os benefícios do pompoarismo.

A ginástica íntima feminina, também conhecida como “pompoarismo” é uma técnica que traz muitos benefícios à saúde da mulher. Os pontos positivos vão muito além de um sexo mais intenso porque além de tornar a musculatura vaginal mais forte, o pompoarismo também ajuda a melhorar cólicas menstruais, entre inúmeras coisas boas que iremos descobrir juntas, a seguir, neste artigo. Confira!

NO DIA A DIA: Praticar o pompoarismo é um exercício diário. É como ir a à academia para cuidar do seu corpo treinando, mas, neste caso, você não precisa nem levantar da cama, se não quiser. O ato de pompoar consiste em contrair e relaxar a musculatura da vagina. Se ainda não ficou claro, a ideia do pompoarismo pode ser aplicada em momentos em que você precisa muito urinar, mas não pode, então você “segura” o xixi, entendeu? Isso é o pompoarismo, a força que você consegue desenvolver a partir da sua genitália.

FACILITA NO PARTO NATURAL: O pompoarismo, por si só, auxilia em uma série de problemas como cólicas ou até mesmo no aumento da libido feminina, o que boa parte das pessoas talvez ainda não saiba é que a técnica de pompoarismo também pode ser de grande ajuda na hora do parto natural, pois a técnica entrega mais autonomia e autocontrole às mulheres que a praticam, auxiliando no aumento e na diminuição da dilatação. Ou seja, o pompoarismo pode será de grande ajuda antes, durante e após o parto.

MENOPAUSA: Grande parte das mulheres, quando está para entrar no período da menopausa, começa a sentir sintomas físicos como calores indesejados, cansaço excessivo ou até mesmo cólicas muito fortes. O pompoarismo, além de diminuir os sintomas físicos da menstruação – como já dissemos anteriormente neste artigo – também auxilia no alívio dos sintomas da menopausa, fazendo com que as mulheres sintam menos a transição final de um período para outro.

SEXO DE QUALIDADE: É cientificamente comprovado que mulheres que praticam o pompoarismo conseguem melhorar seu desempenho sexual. Ao contrário do que muitas lendas urbanas dizem por aí, o pompoarismo auxilia sim para que as mulheres possam ter orgasmos mais demorados e consigam, ainda, melhorar a lubrificação da região vaginal. Isso se dá devido à autonomia da musculatura pélvica que, por sua vez, auxilia na liberação de fluídos e nas sensações de estímulo causadas pelo sexo, seja ele como ou sem penetração.

O pompoarismo é uma prática aliada à saúde feminina que pode ser intensificada pelas mulheres com a ajuda de géis e até mesmo brinquedos que estimulam o exercício vaginal. E para saber mais sobre como você melhorar a sua saúde íntima, confira todos os produtos que as especialistas da Naked prepararam para você.

Categories
Masturbação

Bater Uma: a Masturbação Masculina Previne Doenças?

A masturbação é uma grande mão na roda para melhorar a saúde masculina e prevenir doenças. Saiba mais neste artigo.

Do início da puberdade à terceira idade, a masturbação é uma prática extremamente comum entre os homens, e é preciso que ela seja tratada de forma natural e sem tabus, afinal, ela é fundamental para a saúde do homem, tão fundamental que ajuda até a prevenir doenças. A seguir, você confere alguns dos benefícios mais comuns da masturbação masculina.

CÂNCER DE PRÓSTATA: Algumas pesquisas sugerem que a ejaculação regular pode diminuir o risco de câncer de próstata, embora os médicos não tenham certeza do motivo. Um estudo de 2016 descobriu que o risco de câncer de próstata diminuiu em cerca de 20 por cento em homens que ejaculavam pelo menos 21 vezes por mês. Um estudo de 2003 também descobriu uma ligação semelhante entre ejaculação frequente e menor risco de câncer de próstata.

FELICIDADE: A masturbação ajuda a melhorar a autoconfiança masculina. A ideia de bater uma pode ser uma grande saída para liberar a tensão sexual acumulada, sem contar que durante o ato, não existe a ideia de que o desempenho precisa ser satisfatório, uma vez que não há nenhum tipo de parceira ou parceiro envolvido no “processo”. Desta forma, é possível afirmar que a tranquilidade ocasionada pela masturbação ajuda na liberação de dopamina e serotonina, hormônios responsáveis pela alegria.

MELHORA O SONO: A masturbação também é grande aliada, na questão do sono. Masturbar-se uma vez ao dia, garante que, tanto homens, quanto mulheres, possam dormir melhor e, com isso, consigam viver suas rotinas de maneira mais tranquila e focada, aumentado até sua produtividade.

AUMENTA O APETITE SEXUAL: “Bater uma” também pode ser uma boa ideia para quem está querendo aumentar a libido. A prática ajuda na liberação dos hormônios da felicidade – como já falamos neste mesmo artigo – e, consequentemente, aumenta o apetite sexual. Vale lembrar que a libido não está necessariamente ligada à masturbação, de maneira geral, mas a masturbação pode sim melhorar aspectos sexuais em relação ao desejo, desde que feita com consciência, afinal, tudo que é demais acaba faltando antes da hora.

UMA MÃO AMIGA: É possível tornar a masturbação ainda mais prazerosa, como? Existem muitas técnicas e brinquedos especiais que podem ser úteis para o momento, sem contar com os óleos que podem aquecer ou até esfriar, de acordo com a sua vontade. Masturbação é sinônimo de boa saúde e você pode tornar a prática ainda mais agradável e especial, saiba como acessando a página de produtos exclusivos da Naked clicando aqui.